Melhores leituras de 2013: #2 A normalista, de Adolfo Caminha

Eu já havia lido este clássico na adolescência, lembro que achei triste, mas não me impressionei muito. Agora que estou mais velha madura, relembrei da história e não me lembrava como terminava e queria lê-lo de novo. Aí fui à farmácia comprar sorvete e chocolate remédio para a minha avó e adivinha o que eu encontro por lá, custando R$5 e numa edição de papel-jornal?

a normalista
Tcham-tchan-tcha-raaam. Isso mesmo!

Tão interessante quanto o livro é a história de como o autor decidiu escrevê-lo. O Adolfo Caminha tinha um caso com uma mulher casada na sua terra natal, Ceará. Ele foi embora de lá por causa de sua carreira como militar e, tinha pedido a ela para fugir com ele, mas ela se negou, aconselhada por muita gente que a conhecia. E lá se foi o pobre, sair do Ceará com uma desilusão amorosa no braço e com raiva dos provicianos que a aconselharam a não seguir o seu amor e esse blablablá todo.

“Ah, então ele deve ter escrito uma história de amor, não é? Para retratar o amor que ele não teve, dar um final feliz?”

Ahn… não.

Em vez disso, Adolfito querido voltou para o Ceará já oficial e resolveu se vingar a la Monte Cristo escrevendo um livro que ia dar um tapa na cara da sociedade cearense.

beijinho
Mirou no Ceará, acertou no Brasil inteiro.

E o resultado é fantástico. Um retrato de como o seu humano é um animal mesquinho, egoísta, iludido, preguiçoso. O provincianismo da sociedade é mostrada de um jeito bem nojentinho pelo autor, e se tem algo que eu gosto é de autor nojentinho, e dá pra se identificar com momentos em que os personagens dizem:

– “Ele é de São Paulo? Ele estudou na Europa? Nossa! Ele deve pertencer a uma super raça de seres humanos que já nasceram com laptop e falando inglês!”

[Tá bom, eles não falam assim, mas você me entendeu, né?]

 

Sem falar que toda pessoa com timidez ou ansiedade social vai se identificar com a protagonista.

 

Recomendo para:

Adultos acima de 20 anos;

Adolescentes revoltados que estão começando a enxergar a hipocrisia da sociedade;

Quem estiver num momento mais realista;

Quem perdeu a esperança na humanidade;

Pais que querem avisar suas filhas contra os “lobos em pele de cordeiro” que zanzam por aí;

Nordestinos que tem raiva do provincianismo/complexo de inferioridade em relação ao eixo Rio/São Paulo; OU

Brasileiros que tem raiva do provincianismo/complexo de inferioridade em relação aos EUA e à Europa;

Cínicos em geral.

 

Não recomendo para:

Quem é ou “está” escapista;

Quem tem raiva de protagonistas inertes.

Anúncios

Autor: Amanda Alexandre

Uma eterna amante das paixões humanas. Ser adulto dá medo. E é fantástico também.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s